Fórum Felino
Fórum da Cia. do Gato Persa®
Início

Fórum Felino / Fórum Felino / diarréia    
Autor
Mensagem Páginas: 1
Maria Pia
Convidado



Tenho uma gatinha de 1 ano chamada Samanta, e desde que chegou ficou doente vez pós outra, primeiro micose, depois vômito, agora está com diarréia há 3 semanas. Está pesando apemas 870 gramas e está tomando soro fisiológico, Complexo B, Glicopan, e Vermivet (dose única) há uma semana. Percebi que seu ânimo melhorou, mas continua com as fezes líquidas e também não mais consegue segurar tantos as fezes como a urina. Sua ração é a Royal Canin 27 e a 33, que são para intestinos sensíveis e para gatos de ambientes internos. Estou com medo de perdê-la. Se possível me ajudem.

20-03-2005 09:08:11
     
Cia. do Gato Persa®
Convidado



Olá,

Muito triste a sua história, ficamos comovidos, pois há alguns dias perdemos uma filhotinha.
bem, tuo o que se pode fazer por ela está sendo feito, ao menos percebemos isso no que vc escreveu e pelo visto tem dado muito trabalho.
A única coisa que eu poderia te recomendar seria o seguinte:
mesmo ela pesando pouco e perdendo muito líquido, é muito importante que ela se mantenha hidratada! Então para isso vc pode utilizar a água de côco substituindo a água dela ou colocar uma vasilha extra de água de côco ao lado da águinha dela, ou ainda fazer como eu faço em casos mais graves, dar de 5 a 10 ml por dia direto na boquinha com a seringuinha.
àgua de côco é ótima para hidratar.
Vc pode jogar um pouco de maisena por cima da ração seca que também ajuda a recompor o intestino além da maizena ser fresca.
E sobre a comida, eu te recomendaria experimentar nossa receita de sopinha, muitas pessoas já provaram e disseram que deu certo, vamos ver se ela também vai gostar.
Ingredientes:
-cenoura; chuchu; uma folha de verdura pode ser almeirão ou escarola;peito de frango.
Coloque a cozinha a cenoura e o chuchu, quando estiver quase mole, coloque o peito de frango e quando tudo estiver molinho e cozido, junte a folha de verdura e desligue o fogo, a verdura fica só no vapor.
Bata a cenoura com o chuchu e por último a folha de verdura, pode bater no processador ou no liquidificador com um pouco da água, vai ficar tipo uma sopinha de neném, o frango vc desfia e junta a sopinha. Veja uma quantidade proporcional, por exemlo uma cenoura grande para um chuchu e umas 150 gr. do peito de frango.
Pode servir uma concha da sopa pronta em um pratinho (se quiser pode jogar uns graõzinhos de ração seca de filhote por cima, pouco porque vai ficar mole).
vc coloca nessa sopinha pela manhã meio ml de complexo B em líquido e mistura. À noite vc repete a sopinha, só que coloca meio ml de Kalyamon.
A ração seca vc deixa sempre a vontade mesmo assim.
Detalhe, não pode ser quente , nem fria, tem  que ser em temperatura ambiente.
Talvez não dê nenhum resultado... mas a sopinha ajuda muito na alimentação, inclusive porque retém a água que deveria ficar no organismo e que a gatinha está perdendo!

Um grande abraço!


20-03-2005 12:02:08
     
Socorro Araujo
Convidado



Olá, tambem passei por esse mesmo problema a poucos dias com o gatinho. Ele passou quase um mes com diarréia e eu dava os remédios e nada adiantava, mas hoje graças a Deus ele tá bem, mas deu muito trabalho.
A veterinária dele passou um monte de remédio, vou te dizer o tratamento.
Primeiro ele foi medicado com Endal gatos (vermífugo)
Depois tomou flagyl pediátrico (para verme - giargia), que eu acho que era esse o problema dele.
E passou tambem probiótico, e amoxicilina(antibiótico).
Mas o que eu acho que ajudou mesmo foi o Enterex (sache, muito bom que ajuda a eliminar as toxinas do organismo).


Bem com o meu persa funcionou, dei tambem a ele água de côco e a ração da royal canin, para gatos com dificuldade digestiva.

Mas, isso tudo foi sempre acompanhado pela veterinária, que ela fazendo todos os exames é que pode medicar o animalzinho, aconselho voce a levar seu gatinho no veterinário e assim ele poderá te indicar o melhor caminho. Torço pra que ele fique bom logo.
Abraços


20-03-2005 21:29:08
     
Maria Pia
Convidado



Olá.
Ontem tivemos que levar novamente a Samanta ao veterinário, ao qual retornará hoje para ficar internada, pois desde ontem não sei porque ela piorou dramaticamente e está imóvel lutando para poder respirar.Creio também que o problema iniciou-se com Giardíase ao qual o medicamento que ela tomou não deve abranger. Não consigo fazer a veterinária que a vendeu me entregar sua carteira de vacinas, ela diz ter trocado sem querer com a do irmãozinho, e queria que eu trouxesse esta carteirinha pois dizia ser igual a dela. Tentarei os conselhos que me deram assim que ela melhorar. Apenas quero que ela viva. Obrigada pelo tempo e atençao de vocês, é bom saber que outros bichinhos já passaram por isso e superaram. Obrigada!


21-03-2005 05:56:56
     
Maria Pia
Convidado



Acabaram de ligar da clínica onde a Samanta estava internada para avisarem que ela não resistiu e morreu agora de manhã.

22-03-2005 07:14:26
     
Cia. do Gato Persa®
Convidado



Olá,

Sentimos muito, muito mesmo por sua perda, realmente sabemos que mesmo quando estão doentes é muito duro perdê-los.
Bem, ela já havia sofrido demais também, não é? Ela está melhor agora, certamente já está sendo muito bem cuidada!
Não se desespere, estas coisas acontecem, gatos são por demais sensíveis e muitas vezes não resistem, apesar de muto lutarem para viver.
Logo vc encontrará com ela em seus sonhos!
Fique bem!
Um abraço e pense em adquirir um outro filhote, vai fazer muito bem a vcs todos!


22-03-2005 11:18:01
     
Maria Pia
Convidado



Saiu o resultado da necrópsia da Samantha, consta que a causa da morte foi P.I.F., e que a doença é fatal. Foi-me dito que não posso permitir entrada de outros animais na casa por pelo menos 2 meses. Gostaria de saber se esta doença passa entre espécies (por exemplo de gato para cachorro) ou se há risco para nós humanos.

11-04-2005 07:39:21
     
Fernanda
Convidado



Maria Pia

Sinto muito. Fico sem palavras diante disso. Mas como bem disse a Roseli agora ela deve estar muito bem lá com o papai do céu dos gatos.

Encontrei essa matéria sobre a PIF e, o prazo que se deve esperar é controverso. Há quem diga 2 meses, há quem diga 1 ano. Mas como você vai ver nesta matéria, a forma de contágio e desenvolvimento da doença é muito relativa.

Espero ter ajudado.

Beijo no coração.

Fe

Peritonite infecciosa (PIF)
Doença causada por um Coronavírus, caracterizada por uma hipersensibilidade do sistema imunológico. As lesões que ocorrem no organismo do gatinho infectado, são tentativas do sistema imunológico, em eliminar o vírus, que infecta as células de defesa do organismo, que por isso não consegue elimina-lo. Existem dois tipos de PIF: a úmida, quando há acúmulo de líquido no abdome (daí a distensão) e no tórax, e a seca. Geralmente, os gatos atingidos são jovens adultos, com menos de três anos de idade, ou em idosos com mais de dez. A faixa etária mais afetada está entre os gatos de 6 meses a 2 anos, e os acima de 11 anos.

Sintomas
Os sintomas só aparecem pouco tempo antes da morte e incluem febre, anemia, letargia, depressão, perda de apetite, perda de peso, pelagem eriçada e distensão do abdômen. Também pode haver vômito, diarréia, mudanças de comportamento, perda de equilíbrio, paralisia, cegueira... Dentre os sintomas neurológicos, pode ocorrer desorientação, falta de coordenação, paralisias e convulsões. Uma lista enorme, enfim. Mas também pode ser assintomática.
O vírus da FIP é a causa mais comum de febre de origem indeterminada.
TODO GATO COM FEBRE QUE NÃO RESPONDE AO TRATAMENTO COM ANTIBIÓTICO, DEVE SER SUSPEITO DE ESTAR COM PERITONITE INFECCIOSA.


Contágio
A PIF é altamente contagiosa, e transmitida por contato direto ou indireto. Diretamente, por saliva e fezes de gatos infectados. Atualmente acreditasse que a forma de contaminação mais prevalente é a de mutação do coronavirus em vírus da PIF. Mesmo em locais onde haja gatos já positivos, a forma de contagio animal para animal, não parece ser a mais comum. Por isso, mesmo um gato único, preso num apartamento, pode de repente desenvolver PIF, porque o coronavirus que ele tinha, resolveu mutar. Ainda não se sabe ao certo, porque o vírus muta, mas já sabem que existem fatores predisponentes, como hereditariedade, stress, estado de saúde geral do animal, entre outras coisas.
· Podem ocorrer problemas secundários no fígado e rins.
· Os gatos podem ser portadores assintomáticos do vírus.
· Os filhotes são infectados antes do nascimento ou nas primeiras 5 semanas de vida.
· A via de transmissão do vírus pode ser oral, respiratória ou parenteral. O tempo de incubação é variável.
Existe uma cepa mais virulenta do vírus que mata rapidamente. Mas a maioria das infecções ocorre pela cepa menos virulenta. A virulência depende da cepa do vírus, da resistência do organismo do gato e da sua resposta imunológica ao vírus. Se ele possui uma boa resposta imunológica, tem boas chances de sobreviver.
O uso da vacina ainda é controverso.

Cuidados na Casa
Há informações controversas sobre o tempo de sobrevida do vírus num ambiente infectado que varia de 2 a 6 semanas. Alguns afirmam que produtos de limpeza desinfetantes são capazes de eliminar os vírus. Para garantir a saúde de um novo gatinho, é recomendável que a casa passe por uma quarentena antes de receber um novo gato. O longo tempo de incubação do vírus dificulta a prevenção, já que pode chegar a 2 meses, portanto, quando surgem os primeiros sintomas, o gato doente já contaminou outros.

Tratamento
Infelizmente, a doença não tem cura. O tratamento alivia os sintomas e prolonga a sobrevida, mas não salva o gato. A sobrevida varia de poucos dias ou poucas semanas até mais de um ano, dependendo do tipo de PIF (se for a seca, a sobrevida é maior).


11-04-2005 09:44:03
     
Maria Pia
Convidado



Agradeço muito sua atenção Fernanda. Não me preocupo muito com o tempo de quarentena pois não pretendo ter outro "bebê" de imediato, porém preocupa-me se há problemas de contagio para o meu filho. Desculpre o incomodo novamente, mas creio que as dúvidas possam ser úteis não só a mim.

11-04-2005 12:50:29
     
Cia. do Gato Persa®
Convidado



Olá Maria Pia,

Existem várias correntes sobre esta doença que já abala o mundo felino provavelmente desde 1914. Só que somente em 1963 foi constatado o primeiro caso de PIF.
A forma benigna do coronavirus felino é conhecida por CVEF (Coronavirus  Entérico Felino). Quando CVEF sofre uma mutação que o torna na causa da doença, passa, então, a designar-se VPIF (Virus da Peritonite Infecciosa Felina) e é aí que mora o problema. 95% dos gatos acabam tendo óbito, pois por enquanto é uma doença  que não tem cura.
Não é uma doença trasnmissível para humanos nem para outros animais de outras raças, entretanto no caso dos felinos, ela pode aparecer no caso de um filhote mais debilitado ou fragilizado. Ou seja, se vc teve um caso de PIF, não se pode dizer com certeza que o próximo gato tenham ou não, é como a toxoplasmose, todos têm mas somente em alguns casos ela realmente aparece.
O ideal é limpar muito bem o local onde o outro gatinho esteve, jogar fora e substituir tigelas e bandeja sanitária e usar o AMONEX TA para limpeza, que é um produto utilizado nos gatis e em Pet Shops.
Se c tem interesse em adquirir outro filhote, é interessante que não seja um filhote muito pequeno e que já venha vacinado, pois animais vacinados têm maior chance de serem imunes a muitas doenças.

Um abraço


11-04-2005 20:27:32
     
dulce maria goncalves
Convidado



quero anunciar a todos um produto que uso que se chama revoluton e uma pipeta que voce pinga na nuca do animal pois para mim resolveu o problema com micose ou seja fungos que sao transmitidos para humanos este remedio serve para coronavirus, vermes intestinais mas completo com vermifugo uma ves por ano pulgas e outras coisas e caro mas digo que o resultado que tenho obtidoforam exelentes ele funciona mais que o front line ou advantagevale a pena foi asiim que sanei o probelma de blastomicose aqui em casa tenho 2 persas o macho himalaia e a femea tabby este remedio funcionou 100% nos dois e recomendo que pesem seu animal para saber a dosagen certa pois e por klgr de peso ate 2/5 e  lilas e acima deste peso ate 7/5 e o azul vale a pena testarem

30-04-2005 09:51:10
     
dulce maria goncalves
Convidado



reitero o nome e revolution e muito bom recomendo

30-04-2005 09:53:32
     
Maria Pia
Convidado



Acabei de pegar um email de solidariedade e gostaria de ressaltar que fiquei impressionada com o carinho de tantas pessoas.É bom saber que eu não sou a única "louca" por gatinhos. Ainda não tenho coragem de ter outro, mas a Deuziana lembrou-me que quando eu quiser ter, posso também adotar um que esteja na "carrocinha". Mesmo que eu não tenha podido salvar a Samantha eu posso salvar outro, e isso é muito reconfortante.

14-05-2005 19:21:58
     
Deuziana
Convidado



Oi Maria Pia, li hoje seu e.mail. Compartilho de sua dor com toda a sinseridade.
Quando perdi minha querida Didi com pif, minha vontade era de fazer o tempo voltar para traz. Essa minha gatinha, era a mais apegada a mim, foi como perder um filho, foi horrivel. Faz um ano e tres meses que a perdi, até hoje se eu olhar uma foto dela, choro muito. Na época, a veterinaria não sabia como dizer, mas...
Como sou uma pessoa muito curiosa e procuro saber de tudo sobre gatos, doenças, comportamento, curiosidades; naquele dia em que ela morreu nos meus braços, por ela e pelo outros, resolvi participar da necrópicia. A pif acaba com animal por dentro, é horrivel. Já particioei de cirurgia de castração e muita coisa ja aprendi. Só não aprendi a deixar de gostar desses bichanos, mesmos depois de perde-los. Não sei onde voce mora, mas se um dia voce for no Zoonoses, voce verá a tristeza nos olhos desses animais abandonados, prontos para se alegrarem com um afago gostoso, de uma mão carinhosa. Todos os meus trinta gatos, foram resgatados da rua, cuidados, castrados, e hoje, eu garanto para todos que participam desse forum maravilhoso, que recebo todos os dias, trinta maravilhosos agradecimentos, de afeto, amor e cumplicidade desses animais. Mutos deles foram pegos em estado lastimável, feios, magros, com sarna, com mil pulgas e seus dejetos, brancos, pretos, tricolor, laranjas, siameses, sialatas, rajados, e tantos outros (+ - 100) que foram doados para pessoas responsáveis. Não sei nem como me expressar diante tanta crueldade humana. Garanto a todos voces, que a alegria que sinto de te-los salvo é tamanha, que não cabe em mim dizer o quanto.  Sou pessoa simples, mas com muito amor pelos animais. Por isso sempre que posso, faço meus apelos para aqueles que gostam muito, se possível adotar pelo menos um. Um que seja. Pois mais um gato adotado, é um a menos nas ruas.
Abraços a todos.


14-05-2005 21:17:18
     
soraya gaya
Convidado



Olá, nao pude deixar de conter as lagrimas ao ler sofre o filhote de Maria Pia, sinto muito, também acabei de perder uma cadelinha york - com dois meses - Tyffany, foi horrivel, até agora não sei de que morreu, foi tudo muito igual ao da Maria Pia, a veterinaria ligou dizendo que ela se foi. Trouxe na minha casa nunma caixinhha e eu enterrei no quintal, acendi velas e incenso ao redor. Estou muito mal. Parece que foi giargia. Que coisa triste. Eu havia acabado de comprar  a Tyffany, foi horrivel. Não consigo parar de chorar. Desculpem. Será que não existe muito a fazer nesses casos?
Abraços em todos. Soraya


12-03-2006 12:55:54
     
Páginas: 1    

As opiniões emitidas no(s) tópico(s) acima são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.